NOTÍCIAS
 
COFIP ABC planeja simulado de emergência com evasão de bairros vizinhos ao Polo Petroquímico


Coordenada pela entidade em conjunto com a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros, ação está prevista para o segundo semestre

 

Mauá, janeiro de 2018 – Em conjunto com a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros, o Comitê de Fomento Industrial do Polo do Grande ABC (COFIP ABC) planeja o primeiro simulado integrado de emergência com a evasão da comunidade. A iniciativa está prevista para o segundo semestre deste ano, nos bairros Jardim Silvia Maria e Jardim Sônia Maria, em Mauá, SP. 

Para Carlos Barbeiro, diretor do COFIP ABC, a ação representará três grandes avanços junto à comunidade. “Permitirá conscientizar sobre perigos e riscos de acidentes, mostrar o trabalho de prevenção e controle realizado pelas indústrias e preparar a comunidade para uma ação rápida de evasão dos locais de risco em eventual caso de necessidade”, afirma. 

Programação – Duas ações preparatórias para o simulado estão na pauta, sendo uma delas o treinamento em riscos tecnológicos voltado para agentes públicos, ainda neste primeiro semestre, sob coordenação da Associação Brasileira da Indústria Química (ABIQUIM), da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) e do COFIP ABC. 

O curso será destinado aos integrantes da Subcomissão Regional de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos da Região do Grande ABC (SRP2R2/ABC), formada no Consórcio Intermunicipal Grande ABC, em Santo André, SP. “Todos serão treinados para que tenham o mesmo nível de conhecimento”, aponta Barbeiro.  

A partir deste treinamento, os agentes púbicos contribuirão com a segunda iniciativa, que envolve a preparação da comunidade, sob a liderança da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros. “Esta ação será realizada em duas etapas: a identificação das lideranças comunitárias para apresentação do projeto e o treinamento da comunidade em preparação para o simulado”, adianta. 

Simulado interno – Cerca de 2 mil profissionais do Polo Petroquímico participaram no dia 12 de dezembro do primeiro simulado integrado de emergência com evasão de funcionários, sob a coordenação do COFIP ABC. O objetivo foi aprimorar a capacitação de profissionais de empresas e instituições para atuação em eventuais situações de emergência nas empresas. 

A ação contou com o apoio dos departamentos de Defesa Civil de Mauá, Santo André e São Paulo, 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros, Consórcio Intermunicipal Grande ABC, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), Guarda Civil Metropolitana, Polícia Militar, Prefeitura de Mauá, Prefeitura de Santo André e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). 

“Raramente uma emergência é resolvida com a atuação de apenas um órgão, então os simulados permitem que as pessoas se conheçam previamente, o que facilita as providências numa situação real”, explica o coronel Cássio Roberto Armani, comandante do Corpo de Bombeiros no Estado de São Paulo.  

Para o major Marco Antonio Basso, diretor da Defesa Civil do Estado de São Paulo, a realização do simulado em dezembro representou o coroamento de todo o processo de planejamento. “É de importância ímpar o simulado por ser o momento em que o planejamento é testado e o processo aperfeiçoado, de modo que, na realidade, os riscos sejam minimizados”, analisa. 

De acordo com o coronel Paulo Barthasar Júnior, secretário de Segurança Pública e Defesa Civil de Mauá, a realização do simulado ano passado permitiu testar o engajamento, a articulação e a coordenação de vários órgãos públicos de emergência, bem como a atuação harmônica entre as instituições e com as empresas. “É preciso treinar para estarmos prontos se um dia precisarmos”, afirma. 

 

SOBRE O POLO INDUSTRIAL

O Polo do Grande ABC é formado por diversas empresas que atuam na extensa cadeia produtiva do setor, incluindo desde refinaria de petróleo até engarrafadoras de gás. Por ser uma indústria de base, a petroquímica é considerada a primeira geração da indústria química e elo inicial de diversos segmentos de mercado, como plástico, borracha, tintas e vernizes, higiene e limpeza, entre outros. Dentro desta cadeia, o Polo Petroquímico tem grande influência no desenvolvimento econômico e social da região, com geração de aproximadamente 10 mil empregos diretos e indiretos, além de proporcionar um VAF (Valor Adicionado Fiscal) superior a R$ 2 bilhões por ano aos municípios da região, segundo estudo realizado, em 2014, pela consultoria especializada MaxiQuim.

 

SOBRE O COFIP ABC

O COFIP ABC – Comitê de Fomento Industrial do Polo do Grande ABC – é uma entidade criada em 2015 com o propósito de gerar sinergia entre as indústrias, o poder público e a comunidade, em prol do desenvolvimento sustentável da região do Grande ABC/SP. A instituição representa suas associadas em áreas específicas, ao promover ações positivas e identificar oportunidades por meio de grupos técnicos. Atualmente o Comitê possui 11 empresas associadas: Air Liquide, AkzoNobel, Aquapolo, Bandeirante Química, Braskem, Cabot, Chevron Oronite, Oxiteno, quantiQ, Ultragaz e Vitopel, e o Plano de Auxílio Mútuo – PAM Capuava – que é um departamento da instituição. Acesse www.cofipabc.com.br

 

 

Ao cadastrar seu e-mail, você fará parte
da agenda de contatos do COFIP ABC, e
poderá receber informações do Polo
Industrial do Grande ABC, convite para
eventos ou participar de pesquisas.
Contato: (11) 4548.4333 contato@cofipabc.com.br
Rua do Comércio, 21 | - Centro
1° andar | Salas 102/103
Mauá Office Center, anexo ao Mauá Plaza Shopping
CEP 09390-015 | Mauá - SP

Copyright 2015 por COFIPABC
CADASTRO
 
 JIJOIJ